sábado, 10 de dezembro de 2016

Seja o meu mimo

Garota desbocada é um espaço visualmente tosco, ideologicamente irreverente, em que posto artigos politicamente incorretos sobre as minhas insatisfações e inquietações. Se quiser rir e praguejar comigo, entre e fique à vontade RS

Me visto com minha melhor fantasia , a mais rebuscada para que possa ver a pele da minha alma. Para que possa ver tudo aquilo que mora atrás do meu sorriso de canto de boca.

Para ver tudo aquilo que mora dentro de mim e que nem eu sei. Peço que me decifre e te ofereço apenas um beijo. De amor. Mas ainda assim, um beijo...sorrio...mentira...ofereço bem mais do que um beijo e basta que tente , que arrisque uma resposta...não saberei mesmo se está certo ou errado. Talvez nem exista um certo ou um errado.

Te trago para junto de mim. Te trago para uma terra idílica cheia de mil promessas...nunca mais te deixarei...sorri com os olhos diante das minhas palavras. Me pergunto: acredita realmente em mim?

E de repente , tudo se cala e se acende ao mesmo tempo num abraço cálido. Dois desesperados perdidos , vagando por uma terra de ninguém, sempre à espera do próximo trem, sempre com aquele ar de que mais nada esperamos.

E de repente tudo se descontrói como renda fina puxada pelo destino. E admitimos que esperamos sim. Uma tranqueira qualquer. Ela não vem. Entendemos finalmente porque somos niilistas até o próximo mísero desejo negado.

A vida é feita de pequenos mimos , regalos. Uma pequena contrariedade pode estragar o dia ou a semana ou a esperança de um futuro feliz.

Sim, a vida é feita na pequenez. Tudo que mais queremos como crianças mimadas , esperneando no meio da rua , são coisinhas bem tolas: corações espetados em estacas, reconhecimento irrestrito por nossos pequenos feitos, um pouco de neon e purpurina pelas calçadas esburacadas por onde passamos ,  fragmentos do nosso olhar num jornal que vai enrolar o peixe da sexta seguinte, um beijo terno antes de dormir.

 








 
Sílvia Marques é escritora, professora doutora e escreve regularmente na Obvious.  Viciada em café, chocolate, vinho barato, dias nublados, filmes bizarros e pessoas profundas. 




4 comentários:

  1. Esse texto me fez pensar nas reticências. Aquele 3 pontinhos que te leva a algo mais e te dar como "mimo" uma esperança. Como se depois daquela troca de olhares... palavras... e um beijo surgissem recomeços. E as pausas (às vírgulas) que te fazem tomar fôlego novamente, te faz refletir com calma.Mas... as reticências também são ilusórias. Pois, mesmo que tivessem vários sentimentos para serem ditos após dela. Uma só palavra poderia causar um ponto final.

    ResponderExcluir
  2. Darlin querida , eu não sei por que vc ainda não fez o seu blog. Vc é uma baita pensadora. Seus comentários são um show à parte! Vc consegue fazer desdobramentos incríveis e cheios de poesia!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia...
    Leio seus textos no obvious e os acho bem interessantes.
    Acabei caindo no garota politicamente incorreta e mais encantadora .

    Grata pelos seus escritos .

    ResponderExcluir